Melhores Exercícios para Emagrecer

Existem quatro exercícios que podem ser classificados como os melhores. Todos eles são funcionais. Isso significa que eles proporcionam maior gasto energético e em menor tempo. Para isso é necessário utilizar vários músculos simultaneamente. Os velhos exercícios repetitivos e clássicos caíram em desuso. Além disso, por recrutarem mais músculos, queimam mais calorias e estimulam a produção do hormônio do crescimento. Assim, o indivíduo obtém uma resposta hormonal muito superior, o que ajuda a ganhar músculos e a perder massa gorda.

Agachamento

Ao apanharem um objeto que está no chão, um bebê realiza um agachamento perfeito, propiciando a maior prova de fisiologia humana existente. Com o passar do tempo, as pessoas começam a cometer erros, pegando objetos dispostos no chão sem o agachamento e com a coluna toda torta. Repetir o gesto uma ou duas vezes não é um problema. Entretanto, as complicações surgem quando o movimento errôneo é efetuado milhares de vezes ao longo da vida.

Os corpos humanos foram desenhados para executarem os movimentos funcionais. O bebê é apenas a prova disso. As pessoas são as culpadas por perderem a mobilidade dos próprios corpos. Existem pessoas com 20 anos que mal conseguem se mexer. É preciso inverter essa tendência.

Para fazer o exercício de agachamento as pernas devem estar na largura dos ombros e os pés ligeiramente apontados para fora. Ao flexionar as pernas, o peso deve recair sobre os calcanhares. As costas devem ficar eretas, a cabeça erguida, e os joelhos direcionados à parte externa (nunca para dentro). Depois, basta retornar o corpo à posição inicial ereta.

As pessoas que estejam em uma faixa etária mais elevada podem fazer o agachamento com a ajuda de uma cadeira. Basta sentar e levantar repetidas vezes. Dessa forma, atletas olímpicos e idosos podem, perfeitamente, fazer os mesmos exercícios. Eles serão apenas adaptados às necessidades e níveis individuais.

Agachamento frontal

Quando o agachamento já estiver bem treinado, deve-se começar a adicionar peso. Desse modo, o indivíduo deve erguer uma barra e estacioná-la sobre os ombros. A palma das mãos devem ficar soltas, enquanto os cotovelos apontam para cima. Com as costas eretas, basta iniciar a descida e subida típicas do agachamento.

Vale ressaltar que é necessário se certificar de que o agachamento tenha alcançado um bom nível antes de partir para o exercício frontal, pois a barra pode cair facilmente. É preciso ter muita força no tronco, músculos abdominais e lombares para conseguir manter a postura correta. Afinal, ninguém deseja deixar a barra cair na academia, chamando a atenção dos olhares de todos.

Back squat

No agachamento back squat a barra é apoiada abaixo da nuca. O movimento é o mesmo executado anteriormente. Embora seja um movimento fácil, mas existem muitas pessoas que têm pressa para aumentar o peso da barra, o que pode não ser uma boa ideia, principalmente se o praticante estiver sozinho. Nessas situações, deve-se evitar o uso de cargas abusivas que possam causar acidentes.

Overhead squat

O overhead squat deve ser executado apenas pelas pessoas que possuem o agachamento perfeito. Nesse caso, basta segurar a barra acima da cabeça fazer o agachamento. O exercício requer muita estabilidade. Além disso, o indivíduo deve segurar a barra de um modo ligeiramente mais aberto. Do contrário, corre-se o risco de deixar a barra cair para a frente. Caso os braços fiquem demasiadamente abertos, corre-se o risco de deixar a barra cair para trás. Portanto, é preciso encontrar o ponto ideal.

Evolução gradual

Por fim, vale lembrar que é necessário ser perfeccionista quanto à execução da técnica de agachamento. Como demonstrado acima, existem variações para todos os gostos. Porém, todos devem começar pelos exercícios básicos e evoluírem para as os demais gradualmente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *